• Paulo Saraiva

PÁLPEBRAS - BLEFAROPLASTIA







Cirurgia simples para remoçar o rosto




A cirurgia de pálpebras, dentre as plásticas, é uma das mais realizadas, talvez pela sua simplicidade.


As pálpebras são muito castigadas, não só com a idade, mas com a vida emocional da pessoa, além de ser afetadas pelas tendências genéticas, que propiciam a aparição das bolsas de gordura, sobrancelhas caídas e excesso de pele na região.


Além deles, os hábitos de vida são também um fator importante. Exposição ao sol, alimentação inadequada e bebidas alcoólicas em exagero podem acentuar tendências já existentes. Daí a importância de conscientização, por parte do paciente, da necessidade de uma melhoria dos hábitos de vida, a cosmiatria e a proteção contra o sol.


A aparência das pálpebras tem um efeito muito grande não só no visual como na caracterização de um estado físico ou mesmo do espírito de uma pessoa. O aspecto constante de cansaço, o envelhecimento precoce e o ar abatido que resultam das bolsas palpebrais ou dos excessos de pele nas pálpebras obscurecem, às vezes, uma face ainda bastante agradável e interior pleno de atividade e vigor.


A simplicidade de uma plástica de pálpebras, feita com anestesia local ou sedação e a rápida recuperação são atrativos que estimulam a procura de um cirurgião plástico.


Realmente, as técnicas para a realização dessa cirurgia é das mais simples no âmbito da cirurgia estética, mas sua indicação ( a escolha do momento certo ), o conhecimento dos desejos do paciente e das possibilidades cirúrgicas - parâmetros importantes em toda cirurgia plástica - são dados importantes para a obtenção do êxito cirúrgico.


Na verdade, a troca de informações precisas e a formação de um elo amistoso e de ampla confiança recíproca são indispensáveis durante todo o tempo de relacionamento entre paciente e cirurgião.


Os motivos que levam uma pessoa a fazer uma cirurgia de pálpebras são basicamente três: de origem pessoal, razões profissionais ou por problemas na visão. A maioria das pessoas se opera para aparentar melhor para elas mesmas.


As características do pós-operatório são as seguintes: o inchaço aumenta nos três primeiros dias e depois vai regredindo progressivamente. Os hematomas ( manchas roxas ) dependem muito de cada paciente e, de modo geral, desaparecem em torno de duas semanas. A retirada de pontos é feita depois de uma semana da cirurgia. Mas, como em toda cirurgia, na maioria dos casos o resultado final só irá aparecer algum tempo mais tarde: de quatro a seis meses, em média.


O paciente deve estar consciente do que o cirurgião pode ou não fazer, para que suas expectativas correspondam à realidade. Para isso, o planejamento conjunto e as entrevistas antes da cirurgia são essenciais.

28 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo