• Paulo Saraiva

MASTOPEXIA

Atualizado: 17 de Abr de 2019



Cirurgia Plástica que corrige as mamas caídas





A Mastopexia é uma cirurgia que tem como objetivo reverter o caimento natural dos seios ( Ptose Mamária ), reposicionando a aréola e a pele com flacidez, elevando as mamas até sua posição original, garantindo simetria.
A Mastopexia é indicada para mulheres que apresentam flacidez e caimento das mamas em função do envelhecimento, grande variação do peso ou amamentação.
A cirurgia pode ser realizada com implante de silicone nos seios ou não, dependendo da quantidade de tecido mamário. Existem casos em que as mamas estão com espaços vazios, que precisam ser preenchidas com Prótese de Silicone, para que seja devolvida a firmeza e a sustentação. Com o passar da idade, é natural que o tecido mamário se atrofie, ou seja, vai diminuindo, e isso é um dos fatores que causa esse problema.
Nos casos em que não é necessário o uso de prótese de silicone, é feita a retirada do excesso de pele e o reposicionamento do tecido mamário, para dar um novo contorno às mamas. Em alguns casos o cirurgião também retira uma parte de gorduras e glândulas, a fim de dar aos seios um bom formato.
As incisões ou cortes, geralmente são realizadas em volta das aréolas, formando um T invertido ou uma âncora, dependendo da quantidade de pele que será retirada.
A cirurgia dura em média 4 horas e a paciente permanece internada no hospital por 24 horas.
Exames necessários:
Além dos exames necessários antes de qualquer cirurgia, como Hemograma completo, com coagulação do sangue, é recomendado se fazer um ultrassom das mamas, avaliações com Cardiologista e Anestesista.
É necessário que a paciente esteja em jejum de 10 horas antes da cirurgia.
Cuidados após a cirurgia:
No começo a movimentação dos braços é limitada, não se devendo levantar os braços além da linha dos ombros por algumas semanas, para não repuxar as cicatrizes.
O Tabagismo deve ser evitado antes e depois da cirurgia, por pelo menos um mês. O cigarro dificulta a microcirculação do sangue no local da cirurgia, prejudicando a cicatrização. O resultado pode ser uma cicatriz indesejável ou mesmo a formação de quelóides.
Em geral, o cirurgião receita antibiótico e analgésicos, para que não haja dor após a cirurgia.
Repouso
Depende do trabalho que a paciente exerce. É necessário esperar 30 dias para voltar a dirigir.
Exercícios leves, como caminhadas, podem ser feitos depois de um mês, sempre com o sutiã cirúrgico e um Top por cima, para que dê firmeza e sustentação das mamas. Convém esperar dois meses para a realização de exercícios mais intensos, como a musculação. Outras atividades que balancem muito as mamas, como corridas e pulos, após quatro meses.
Sutiã Cirúrgico
Deve ser usado com o objetivo de diminuir o inchaço e sustentar e modelar a mama, por 3 meses. Deve ser usado de forma contínua, retirado apenas para o banho. Após 30 dias, eventualmente, pode ser substituído por sutiãs normais. Sutiã aramado após 3 meses.
Curativo
Logo de imediato à cirurgia é realizado um curativo com fita adesiva Micropore, trocado semanalmente, depois quinzenalmente, no consultório, por 3 meses.
Cicatrizes
A paciente deve dormir de barriga prá cima por três meses, nunca de bruços ou de lado, para não comprometer a qualidade das cicatrizes.
Contraindicações
A Mastopexia raramente é indicada para mulheres muito jovens ou que ainda não tiveram filhos,pois a cirurgia pode atrapalhar a amamentação, pois são cortados os canais do leite. Logo, se a paciente deseja engravidar, a Mastopexia não é a cirurgia mais indicada, a não ser que as mamas sejam muito volumosas, causando problemas de coluna, por indicação de ortopedista.
Resultado
O resultado final da cirurgia aparecerá pelo menos 1 ano após a mesma,quando já é possível ver a forma e cicatrizes que ficarão.
A cirurgia só deve ser realizada por Cirurgião Plástico membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.



96 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo