• Paulo Saraiva

LIPOASPIRAÇÃO

Atualizado: 29 de Jul de 2019






O que se deve saber sobre a cirurgia de Lipoaspiração




A técnica cirúrgica para retirada de gordura localizada, sem praticamente cicatriz aparente, a Lipoaspiração, está cada vez mais utilizada em ambos os sexos.


Não deve ser vista como um método de emagrecimento, como muitos acham, e só deve ser realizada por cirurgiões plásticos, como a rigor de qualquer outra cirurgia plástica, como os cuidados de um preoperatório ( exames completos de sangue e coagulação, avaliações de cardiologista e anestesista ), e em ambiente hospitalar.


Geralmente é utilizada a anestesia peridural ou geral, dependendo da área a ser operada. O paciente pode ter alta do hospital no mesmo dia ou no máximo no dia seguinte à cirurgia.


O método é eficaz e apresenta ótimos resultados, principalmente para eliminar depósitos de gordura na região do abdome, parte interna das coxas, quadril ( culote), papada, joelhos e ginecomastia ( desenvolvimento excessivo da glândula mamária em homem ).


É um recurso que ajuda muito a melhorar o contorno corporal, pois o seu objetivo é a escultura através da eliminação da camada de gordura que contribui para a desarmonia da silhueta do corpo.

Pode ser associada às outras cirurgias convencionais, como na face, para tratar a papada, melhorar o contorno das mamoplastias, e para complementar as cirurgias de abdome.


A gordura localizada retirada normalmente não volta mais, mas, para isso, é necessário que a pessoa continue com seus cuidados e hábitos sudáveis, mantendo o peso e fazendo exercícios físicos. Não basta fazer a cirurgia e abrir mão do resto.


A Lipoaspiração normalmente é realizada com muita segurança, se forem tomados todos os cuidados durante e após o procedimento cirúrgico. Pode ser realizada em qualquer faixa etária, desde que a pele seja firme, sem flacidez.


No pós operatório o paciente deve ser submetido à drenagem linfática ( suave massagem ) para ir diminuindo o inchaço, usar cinta compressiva por 60 dias, pode começar a praticar atividades físicas depois dos 30, desde que não sinta nenhum desconforto.

28 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo