• Paulo Saraiva

GINECOMASTIA





AUMENTO DAS MAMAS EM HOMENS


Muitos homens hoje em dia estão buscando ajuda para resolver um problema que anteriormente não era muito comentado por ser um tabu, e esse problema se chama GINECOMASTIA. Atualmente atinge mais de 40% da população mundial de homens, podendo causar desconforto e constrangimento social.
A Ginecomastia é o aumento das glândulas mamárias em homens. Se o aumento for devido apenas à gordura, é chamado de Lipomastia. Para se fazer o diagnóstico da Ginecomastia é necessário se fazer um exame de ultrassom, para evidenciar a presença da glândula. A maioria dos casos é mista, ou seja, uma parte de gordura e outra de glândula.
É uma cirurgia conhecida como redutora de mamas masculinas, e vem se tornando cada vez mais popular. Esse procedimento tem sido de grande auxílio para homens de diferentes idades, pois além de questões hormonais, ela pode ser feita depois de uma grande perda de peso.
Ou seja, a mama do homem pode aumentar pelo aumento hormonal ou pelo aumento de peso. A Ginecomastia pode ser normal durante o tempo da puberdade, mas só 7% dos homens continuam com esse problema ao longo da vida.
Geralmente, na fase da puberdade, há um aumento normal das mamas, então é preciso avaliar com o cirurgião se o paciente ainda vai manter esse aumento após essa fase ou se as mamas vão voltar ao seu tamanho normal.
Para tanto, é sempre aconselhável estar acompanhado por um médico que possa avaliar os níveis hormonais.
O planejamento da cirurgia é feito com todas as explicações do procedimento. São explicadas como são as cicatrizes, necessidade ou não de Lipoaspiração, recuperação pós operatória, etc.
O importante é que o paciente saiba que a Ginecomastia, apesar de muitas vezes ser estigmatizante e incômoda, possui tratamento efetivo.
Se a Ginecomastia é só gordurosa, uma Lipoaspiração pode resolver o problema. Se é detectada a glândula debaixo do mamilo, faz-se um corte ao redor da aréola, para a retirada da glândula, com anestesia local.
Diversos fatores podem contribuir para o desenvolvimento anormal da glândula mamária masculina: em primeiro lugar, Puberdade e adolescência, que é comum, medicamentos anabolizantes, drogas ilícitas ( maconha, cocaína, etc. ), tumores, cirrose hepática, insuficiência renal e várias outras.
Quando reconhecemos uma causa tratável, o paciente é encaminhado para um especialista no assunto para um acompanhamento adequado. Caso seja cirúrgico, retira-se a glândula mamária. A dieta, por si só, não influencia diretamente. O aumento do peso ( sobrepeso e obesidade ) gera acúmulo de gordura nessa região, gerando uma "falsa ginecomastia"( pseudoginecomastia ).
Por se tratar de um tratamento que precisa de uma cirurgia plástica, é possível que o paciente sinta um desconforto nos primeiros dias, após o procedimento. Contudo, ao ser acompanhado por um profissional da área, vai ter o auxílio para amenizar o pós operatório, com analgésicos adequados.
De toda maneira, não é comum sentir dores muito acentuadas, e o incômodo passa com os dias. O pós operatório não é complicado, mas é necessário ter alguns cuidados para que se tenha o resultado esperado. Após a operação, é possível passar uns trinta dias com o colete de lycra, que ajuda a modelar o tronco e a manter a circulação da área operada.
É possível voltar às atividades normais depois de uma semana, voltar a fazer esforço como pegar pesos ou exercícios físicos depois de um mês e meio.
Os pacientes podem esperar um resultado mais harmonioso e masculino, onde vão se sentir melhores e com boa autoestima. É necessário ter paciência para se recuperar no pós operatório, assim verá os reais resultados.
O paciente vai se sentir mais confiante e com a aparência mais adequada para um corpo masculino.
O procedimento cirúrgico dura entre 1 a 2 horas e os seus resultados costumam ser permanentes, mas há casos que talvez seja necessário tratar a parte hormonal também, pois é possível desenvolver um pouco novamente a glândula.
Geralmente as cicatrizes são mínimas, em volta da parte inferior da aréola, caso tenha que se cortar. e se for feita lipoaspiração, furos de meio centímetro de cada lado das mamas.

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo