• Paulo Saraiva

DIETA ANTES E DEPOIS

DE UMA CIRURGIA PLÁSTICA




A nutrição é uma grande parceira para bons resultados na cirurgia plástica. Uma alimentação e suplementação adequadas antes e após o procedimento cirúrgico prepara nutricionalmente o organismo para uma boaa cicatrização e recuperação, além de promover uma melhora do quadro geral do paciente. É muito importante integrar a cirurgia plástica com os cuidados alimentares. Uma boa alimentação deixa o organismo pronto para passar pelo trauma da cirurgia e diminui o risco de complicações. O cuidado com o que se deve comer deve existir sempre, em qualquer momento, idade ou fase da vida. Quando se decide realizar uma operação, ele é indispensável.
Muitas pessoas não sabem, mas adequações alimentares e bons hábitos nos períodos de pré e pós operatório são muito importantes. Além de auxiliar na boa cicatrização, ajuda no bom funcionamento intestinal - já que o uso de analgésicos e a própria anestesia podem contribuir para a prisão de ventre, diminui a queda de cabelo, melhora o fortalecimento do sistema imune, sa atividades anti-inflamatórias do organismo e a manutenção dos resultados estéticos.
Antes do procedimento, o plano alimentar é importante para controlar o metabolismo e o apetite. A ansiedade pode fazer com que haja mais vontade de comer, por isso é preciso estar atento e buscar apoio psicológico, caso seja necessário. Da mesma forma, o cardápio é um fator que pode melhorar ou piorar o pós-operatório, por isso, cada detalhe pode fazer diferença.
Existem alguns tipos de alimentos que contribuem para a recuperação do tecido operado, como por exemplo:
- Alimentos ricos em vitaminas C: frutas cítricas, frutas vermelhas e vegetais verde escuros;
- Alimentos anti-inflamatórios: Gengibre, açafrão, alho, brócolis e nozes;
- Alimentos proteicos: Peixes, carnes magras, ovos, lácteos;
- Alimentos energéticos: Aveia, quinoa, raízes e tubérculos;
A dieta deve ser rica em ferro, uma vez que a perda desse nutriente pode interferir negativamente na recuperação. Deve contemplar proteínas de alto valor biológico, adequadas às necessidades nutricionais do paciente. Deve ser rica em vitamina C, que melhora a absorção do ferro e contribui em todas as fases de cicatrização, incluindo a fase inicial, logo após a lesão. É importante manter a hidratação adequada. No dia anterior, a dieta deve ser branda e bastante equilibrada. Os produtos ricos em gordura saturada e açúcar refinado, assim como de embutidos, enlatados e industrializados, devem ser evitados durante esse período. Fast food, refrigerantes, biscoitos, carnes gordas, frituras, salsichas, salames e molhos prontos fazem parte dessa lista. A ingestão de sal deve ser moderada, pois o sódio é responsável pela retenção de líquido, o que pode aumentar o inchaço.
O sucesso de uma cirurgia depende muito de como está a saúde do paciente, principalmente no que se refere ao seu estado nutricional e sistema imune. E isso esbarra na necessidade de uma boa alimentação no pré-operatório, pois com o organismo bem nutrido, por exemplo, os riscos de uma anemia são muito baixos e a cicatrização ocorre de forma mais satisfatória. A recomendação é uma dieta rica em ferro, vitamina C, proteínas de alto valor biológico, além de uma hidratação adequada.
O jejum antes da cirurgia - Todo alimento estimula a produção de suco gástrico, que possui substâncias corrosivas para o organismo. Quando o paciente é anestesiado, as possibilidades de ocorrer vômitos ou refluxos de alimentos aumenta.
Após a cirurgia, muitos nutrientes são indispensáveis na recuperação do paciente e garantem uma cicatrização eficiente. Os carboidratos são muito importantes, em particular nas primeiras semanas da cicatrização, uma vez que o processo consome energia e a glicose supre a maior parte da energia requerida pela cicatrização, mas o ideal são os de baixo índice glicêmico e integrais.
É preciso dar uma paradinha nas bebidas alcoólicas antes e depois da cirurgia plástica. Após a cirurgia, o importante é recuperar o organismo e pensar em otimizar os resultados. Bebidas alcoólicas provocam inchaços, sangramentos, podem prejudicar a ação doa medicamentos e desidratam a pele. O ideal é se abster do álcool nas duas semanas antecedentes e posteriores a uma cirurgia, embora esse prazo possa variar de acordo com cada procedimento. Manter o corpo hidratado com líquidos colabora para diminuir o inchaço. Sucos de frutas, água ( por volta de oito copos por dia ) e água de côco mantém a água e o sódio no organismo.
Para que os resultados conquistados com o procedimento se mantenham, é preciso se comprometer com um estilo de vida mais saudável, e não somente durante a mudança da alimentação antes e depois da cirurgia plástica. Sem esse cuidado, o corpo pode voltar à forma de antes.

41 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo