• Paulo Saraiva

CIRURGIA PLÁSTICA PÓS BARIÁTRICA








Quando se deve fazer


Cirurgias plásticas devem ser feitas quando o objetivo da perda de peso estipulada pelo cirurgião bariátrico for atingido ou quando já ocorreu a estabilização do peso.
Assim, o cirurgião plástico deve selecionar os pacientes que estejam com IMC abaixo de 30; acima de 30 somente se houver razões fortes. A estabilização do peso ocorre geralmente entre 1 e 2 anos após a cirurgia bariátrica. Alguns casos podem necessitar de cirurgia plástica muito antes da estabilização, quando a sobra de pele e excesso gorduroso prejudicam em muito a locomoção.
As cirurgias plásticas mais realizadas após o emagrecimento acentuado são Mamas, Abdome, Braços, Coxas e Face. Para a maioria dos cirurgiões plásticos que está habituada a fazer esse tipo de plástica, o abdome geralmente é escolhido pelo paciente como a primeira cirurgia a ser feita. Às vezes a ordem pode ser mudada de acordo com a vontade do paciente.
Para maior segurança do paciente, as cirurgias combinadas ( por exemplo mama + abdome, ou braços + coxas ) deve ser evitada, para não enfraquecer muito o paciente, visto que seu organismo e metabolismo são muito diferentes de um paciente que não fez a bariátrica, correndo o risco de entrar em uma anemia muito grande. O ideal é que cada cirurgia não ultrapasse quatro horas, daí ser combatida a associação de 2 ou mais cirurgias.
Em geral as cicatrizes são de boa qualidade, mas como o contorno corporal a ser atingido com as cirurgias plásticas depende muitas vezes de tensões maioress, em que a pele fica muito esticada, pode-se ter, em alguns pontos, cicatrizes alargadas, como nos braços e coxas, mas que podem ser retocadas em uma etapa seguinte.
Cirurgiões plásticos experientes conseguem um bom contorno corporal e cicatrizes ( mesmo que alarguem um pouco ), que não significam nem 10% do problema apresentado ( flacidez e excesso de gordura local ).
O risco de complicação é mínimo, pois os pacientes estão muito bem preparados ( já vêm acompanhados por uma equipe multidisciplinar ligada a cirurgia bariátrica, como clínicos, nutricionistas, psicólogos, etc.), e os cuidados com o pré operatório imediato se somam para dar segurança à cirurgia plástica. A anestesia feita por profissionais competentes habituados a atuar nesse tipo de anestesia, os aparelhos modernos e medicamentos de última geração nos dão a certeza de que devemos nos preocupar apenas com a cirurgia, sendo nossa dedicação muito maior naquilo que mais nos interessa.
Para cada problema e resolução cirúrgica, um determinado pós operatório. De uma maneira geral, a primeira semana é a mais importante, pois poderemos evitar sangramento, infecção necrose de pele, inchaço, simplesmente com um repouso relativo e curativos adequados. Os drenos são colocados de um dia para o outro. Após a primeira semana tudo é mais fácil, mesmo assim o repouso ainda é muito importante, para evitar a formação de seroma ( líquido formado por tecido gorduroso ).
Após um mês há a liberação para caminhadas, dirigir, alguns exercícios físicos e até relações sexuais, desde que sejam bem orientados. Até os três meses é recomendável o uso de fitas adesivas sobre a cicatriz, o uso de cintas , pois o alargamento das cicatrizes ainda pode ocorrer. Protetores solares devem ser usados debaixo dos biquinis, sungas ou camisetas, até o clareamento das cicatrizes, que começa a partir de seis meses.
14 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo