• Paulo Saraiva

CIRURGIA PLÁSTICA

JUVENTUDE DA ALMA X JUVENTUDE DO CORPO





Toda pessoa precisa estar de bem com sua imagem, tem obrigação de cuidar da dádiva divina que é seu corpo, mas isso nem sempre se consegue, necessariamente, buscando-se a cirurgia plástica.
A cirurgia é um dos recursos na procura de se estar bem consigo mesma. Mas ela pode, também, e deve sempre, tentar fazer isso equilibrando seu lado emocional, afetivo, de auto-estima, ao mesmo tempo em que se cuida levando uma vida saudável, bem como se dedicando à uma ginástica, dieta, lazer, etc.
O principal é a pessoa ter dentro de si uma capacidade de guardar o seu espírito, cuidando-o mais do que dando ao seu corpo um narcisismo exagerado.
Fazendo isso aos setenta anos, essa pessoa será, certamente, muito mais jovem do que uma de trinta, que não tenha desenvolvido seu lado espiritual, que tenha apenas a forma e não a essência, um corpo perfeito por fora e vazio no seu interior.
O ser humano é jovem de verdade quando não o é somente na aparência, mas, sobretudo, nas idéias. Aí se misturam côr, idade, mente e aspecto. Faz-se, assim, maior e mais importante o espírito que ela tarz consigo.
Para o cirurgião plástico é preciso, antes de tudo, entender seu paciente, analisando seu perfil psicológico, para definir qual o procedimento mais adequado para ele se encontrar consigo mesmo, muitas vezes tendo que lhe dizer que não é a cirurgia plástica que ele busca que vai lhe satisfazer ou lhe deixar feliz,naquele momento. Isso o cirurgião deve ter a capacidade de definir na primeira consulta.
Primeiramente, é preciso procurar a compreensão, a empatia, para, depois, analisar a parte estética. Todo cirurgião tem que ter a sensibilidade para estudar, nos minutos do primeiro encontro, os anseios de seu paciente, se o que lhe vai fazer bem é mesmo a plástica ou um psicólogo ou psicanalista, para "trabalhar" questões mal resolvidas.
A cirurgia plástica não é a solução, como muitos pacientes acham, para "resolver" problemas psicológicos, existenciais, de relacionamentos conjugais, etc.
A pessoa deve se preocupar, primordialmente, com a juventude que emana da alma. Caso contrário, jamais conseguirá ser jovem, feliz, realizada, por mais cirurgias embelezadoras que faça.

6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo